Mostra Competitiva Capixaba


A Flor Azul(documentário, 14’18”, 2018, Livre)

Memória, afeto e devoção. Nair caminha por sua casa com o coração: canta e floresce ao partilhar simplicidade e a raiz forte de sua sabedoria. Desabrocha a potência de uma pureza inabalável; contempla a natureza nas pessoas e leva a casa pra calçada. Em um portão florido, evoca sensibilidade e lembra da brevidade de ser flor, luz e amor em Jardim Sulacap, bairro do Rio de Janeiro composto majoritariamente por famílias de militares.

Direção, roteiro, produção executiva, direção de arte, montagem: Roger Ghil / Direção de fotografia: Roger Ghil, Jussara Saldanha e Yolanda Brito / Mixagem: Mario Schiavini / Assistente de áudio: Carolina Gomes Ghil / Elenco: Nair Gomes da Silva e Família.


A Mesa no Deserto(ficção, 15’, 2017, 16 anos)

No futuro, o mundo foi destruído por uma grande guerra e se tornou um imenso deserto radiativo; E o que restou da humanidade é o que temos hoje: ódio. Num mundo de alta tecnologia e pouca esperança de vida, o saqueador “Sargento”, num roubo mal-sucedido, passa a noite que mudará sua vida para sempre.

Direção: Diego Scarparo Roteiro: Jovany Sales Rey / Direção de Produção: Magno Santos / Direção de Fotografia: Gabriel Fontes e Victor Lima / Som Direto: Raphael Herdy e Anderson Xuxinha / Direção de Arte: Diego Scarparo / Edição de Som: Raphael Herdy / Mixagem: Torre Inc / Trilha Sonora: André Prando, Raphael Herdy, João Victor Bissoli e Márcio Vianna / Maquiagem FX: Rodrigo Aragão / Efeitos Visuais: Lucas Duarte e João Paulo Oliveira / Figurino: Nayara Tognere / Elenco: Edson Ferreira, Rejane Arruda, Lílian Casotti, Margareth Galvão, Markus Konká e Luiz Carlos Cardoso / Produção Executiva e Empresa Produtora: Global Village Creative + Executive.

Carreira: Rio Fantanstik International 2017 – Rio de Janeiro (RJ) / Sinistro 2017 – Mostra Nacional de Cinema de Horror – Rio de Janeiro (RJ) / Chhatrapati Shivaji International Film Festival 2018 / Palmacine Festival 2017 – Festival Nacional de Cinema de Palmácia (CE) / Festival Internacional de Cine de San Luis Potosí 2017 / Cefalù Film Festival 2018 – Palermo / TDTW – Punk Film Festival 2018 – Berlin / Los Angeles Cine Fest 2018 Los Angeles / Falcon International Film Festival 2018 – London / TPCINE 2018 – Festival Nacional de Cinema de Três Pontas (MG) / VI Festcine 2018 – Pinhais (PR) / Der Phantastische Trashfilm 2018 (Kassel) / Festival Internacional Cine en las Montañas 2018 – Quindio – Colombia / Melhor Atriz Coadjuvante, Melhor Efeitos Especiais, Melhor Figurino, Melhor Maquiagem – Palmacine 2018


A Mulher do Treze(Ficção,16’, 2017, 12 anos)

Inês mantém sua rotina.

Direção e Roteiro: Rejane Arruda / Direção de Produção: Maria Grijó Simonetti / Produção Executiva: Vitor Graize / Empresa Produtora: Pique-Bandeira Filmes / Direção de Fotografia: Igor Pontini / Som Direto: Greco Nogueira / Direção de Arte: Antônio Apolinário / Elenco: Byra Bastos e Tito Leal / Montagem: Rodrigo de Oliveira /Edição de Som: Cons Buteri




Ádito(ficção, 14’54”, 2017, Livre)

Uma mulher dorme num quarto vazio, sem janelas. Uma voz insiste em mantê-la acordada. Entre proximidades e distâncias, Ádito revela um fragmento da história da vida de duas mulheres.

Direção, Roteiro, Direção de Produção e Direção de Arte: Renata Ferraz e Rubiane Maia / Direção de Fotografia: Manuel Vason / Som Direto: Flávio Hobo / Elenco: Renata Ferraz e Rubiane Maia / Montagem: Fernanda Pires Gurgel / Edição de Som: Flávio Hobo

Carreira: 24˚ Festival de Cinema de Vitória, ES, Brasil (première) / 6˚ Cinerama: zonas de correspondências, Centro Cultural Light, Rio de Janeiro, RJ, Brasil / 21 Islands International Short Film Fest, Pregones Theater PRTT, NY, EUA.


Água Viva (Documentário, 13’05”, 2018, Livre)

Vitória Mulheres de uma turma de hidroginástica comunitária conversam submersas sobre questões femininas da terceira-idade. Maternidade, trabalho e aposentadoria são alguns temas abordados.

Direção e Roteiro: Bárbara Ribeiro / Direção de Produção: Juliana Gama / Direção de Fotografia: Shay Peled e Tati W. Franklin / Som: Gisele Bernardes e Sann Gusmão / Montagem: Bárbara Ribeiro e Ramon Zagoto / Edição de Som, Mixagem e Trilha Sonora: Gisele Bernardes e Sann Gusmão / Pesquisa: Bárbara Ribeiro e Lissa Tinôco / Assistência de Direção: Diego Nunes / Assistência de Produção: Lissa Tinôco / Designer: Herbert Fienni / 2º Assistência de Direção: Hegli Lotério / 2º Assistência de Produção: Juan Gonçalves


Ano Passado Eu Morri (Híbrido, 25’30”, 2017, 12 anos)

A Rodrigo, o diretor deste filme, foram dados três meses de vida. Solitário diante da morte, o diretor procura por Eduardo, seu primeiro namorado. Mas Eduardo não responde. Rodrigo e o Brasil talvez não tenham sobrevivido a 2016.

Direção e Roteiro: Rodrigo de Oliveira / Direção de Produção: Maria Grijó Simonetti / Produção Executiva: Vitor Graize / Empresa Produtora: Pique-Bandeira Filmes / Direção de Fotografia: Igor Pontini / Som Direto: Hugo Reis / Direção de Arte: Diana Klippel /Elenco: João Paulo Stein, Rodrigo de Oliveira, Lorena Lima e Isabella Masiero / Montagem: Rodrigo de Oliveira / Edição de Som e Mixagem: Hugo Reis

Carreira: 50º Festival de Brasília do Cinema Brasileiro / 24º Festival de Cinema de Vitória / 9ª Semana – Festival de Cinema / 11º For Rainbow – Festival de Cinema e Cultura da Diversidade Sexual


Blubird (Experimental, 1’, 2018, Livre)

Um fundo muito raso dói a vista. Mas
A profundidade não é vista a olhos vestidos.

O fora é vazio quando
o que está dentro não é encontrado.
O que está fora não é tocado quando
Por dentro está vazio.

Procura.
Avesso.

O dentro virado pra fora engole.
O fora embrulhado pra dentro vomita.

Espalha.
Encontra.

O dentro e o fora estão dentro.
O fora e o dentro estão fora.

Direção, Roteiro, Direção de Produção, Direção de Fotografia, Edição de Som: Endi Ma


 

Campo(Videoarte, 3’, 2018, Livre)

Fluido ferro & o campo.

Direção, Roteiro, Direção de Fotografia: Caio Fabricius / Direção de Produção, Edição de Som, Mixagem e Trilha Sonora: Lucas Côrtes / Assistente de Produção: Guilherme Hastenreiter.




 

Catrina(Ficção, 11’41”, 2016, Livre)

A vida e a morte estão sempre conosco. Uma mulher tenta enfrentar o lado sombrio que existe dentro dela. O lado das trevas.

Direção, Roteiro Direção de Fotografia: Marcelo N. Reis / Direção de Produção: Bronze – Entretenimento / Som Direto: Israel Concha Ruiz / Elenco: Marilyn Ricaño Rodríguez / Montagem: Israel Concha Ruiz / Edição de Som e Mixagem: Emundo Guillermo Urzúa / Trilha Sonora: Edmundo Guillermo Urzúa e Marilyn Ricaño Rodríguez / Maquiagem: llama Michelle Bretón.

Carreira: Los Angeles Cine Fest / Festival de Audiovisual de Belém – FAB / Festcine Amazonia / Festival Boca Do Inferno (FBI) / 13º Festival Taguatinga de Cinema / Mostra de Audiovisual América Latina UFMT, Guará Cine Video


 

Ceca(Videoclipe, 4’35”, 2017, Livre)

Videoclipe da música Ceca de Joana Bentes.

Direção, Direção de Produção e Direção de Fotografia: Suellen Vasconcelos e Tati Franklin/ Roteiro: Joana Bentes, Suellen Vasconcelos e Tati Franklin / Produção Executiva: Daiana Castilho Dias / Empresa Produtora: Filmes Fritos e Plano B / Elenco: Joana Bentes e Thaylan Tolentino / Edição de Som e Mixagem: Ricardo Camera e Marcos Xuxa Levy / Trilha Sonora: Joana Bentes / Produção: Joana Bentes / Assistência de Produção: Wagner Vieira / Assistência de Produção de Set: Raphael Sampaio / Making Of, Still e Câmera de Apoio: Shay Peled / Colorização: Willian Rubim / Styling: Luiza Moreno / Figurino: Virgínia Barros e Fauê.


 

Corpo-Paisagem(Videoarte, 4’, 2018, Livre)

Este vídeo experimental (vídeo-dança/vídeo-poesia) busca articular a ideia do hibridismo que há entre corpo, paisagem e lugar. Busca, portanto, mostrar em imagens e sons, a perene intercambialidade que há entre o habitar o corpo e habitar a cidade. Resulta, nesse sentido, na constituição de uma narrativa poética que é tecida na diluição das fronteiras existentes entre dança e paisagem, bem como, na e pela experiência do corpo como um mapa de afetos.

As imagens foram capturadas entre janeiro e dezembro de 2017 em Portugal e no Brasil, como parte da pesquisa de pós-doutoramento realizada no Departamento de Geografia (Instituto de Ciências Sociais – Universidade do Minho), sobre os temas Cidade, Geografia e Dança, com a supervisão da Profa. Dra. Ana Francisca de Azevedo.

Direção, Roteiro, Direção de Fotografia, Montagem e Edição de Som: Antonio Carlos Queiroz Filho.


 

Epigramas(Experimental, 4’, 2018, Livre)

Epígrafes de uma cidade em ruínas.

Direção, Roteiro, Direção de Produção: Wayner Tristão / Direção de Fotografia: Vanessa Malheiros.






 

Lá Não Venta Como Venta Aqui (Documentário,14’, 2017, Livre)

A Vila de Itapemirim tem ares de florescer, mas é pequena e carrega marcas de um passado e de um futuro que parecem nunca se concretizar.

Direção e Roteiro: Melina Leal Galante / Direção de Produção e Produção Executiva: Maria Grijó Simonetti / Empresa Produtora: Ventania / Direção de Fotografia: Junior Batista / Som Direto: Matheus Noronha / Elenco: Maria da Penha e Diti / Montagem: Diego de Jesus / Edição de Som e Mixagem: Hugo Reis.


 

Luiz, Paixão pelo Jazz (Documentário, 25’, 2018, Livre)

A fascinante aventura de Luiz Paixão na terra do Jazz e sua vasta coleção de discos e autógrafos de celebridades do Jazz e da MPB.

Direção: Eurico Scaramussa / Roteiro: Eurico Scaramussa e Marcos Valério Guimarães / Direção de Produção: Maria Elisiária Sá Scaramussa / Direção de Fotografia: Eurico Scaramussa / Montagem e Edição de Som: Marcos Valério Guimarães.


 

O Projeto do Meu Pai(Animação, 5’, 2016, Livre)

Eu tenho um amigo que diz que a gente precisa desenhar uma mesma coisa mil vezes, até ela ficar do jeito que a gente acha que é.

Direção, Roteiro, Direção de Produção, Direção de Fotografia, Direção de Arte, Montagem e Animação: Rosaria / Empresa Produtora: Fasfavor Desenhos Animados / Edição de Som e Mixagem: Rodrigo Boecker / Trilha Sonora: Lenina Z

Carreira: Melhor Filme Brasileiro (Rio de Janeiro & São Paulo) e Melhor Curta (Rio de Janeiro) no Anima Mundi 2016 / Prêmio Aquisição do Canal Brasil e Prêmio BNDES (Anima Mundi 2016) / Melhor Roteiro no 10º Curta Taquary (Pernambuco 2017) / Grande Prêmio do Júri – 7º Festival Cartón (Argentina 2017) / Grande Prêmio do Canal Brasil 2017 / Melhor Curta nacional no BAF (Brasília 2017 ).


onde você ancora seus silêncios? 1(Experimental, 3’17”, 2017, Livre)

Vitória Perdida em um mar de silêncios sobre sua ancestralidade africana a personagem busca na Calunga algum lugar onde possa se encontrar. Desequilibrada, sem porto, resolve ela mesma ancorar-se dentro de uma frágil nau.

Direção, Roteiro, Direção de Produção, Direção de Arte e Elenco: Charlene Bicalho / Produção Executiva: Maria Eduarda Moulin / Direção de Fotografia: Bruno Gava / Montagem e Edição de Som: Matheus Noronha / Trilha Sonora: Elton Pinheiro.

Carreira: Residência Artística FábricaLab 2017 / Aprovado na Mostra Verbo 2018 da Galeria Vermelho (SP) / Aprovado na exposição “cá entre nós” da Galeria OÁ (ES).


 

Rio das Lágrimas Secas(Documentário, 25’, 2018, Livre)

Rio das Lágrimas Secas traz um recorte sobre as perdas sofridas por mulheres de três pequenas comunidades, localizadas no caminho da lama de destruição do desastre/crime ambiental provocado pelo rompimento da barragem de rejeitos de mineração da Samarco, que ocorreu no dia 5 de novembro de 2015 e afetou o Rio Doce e todos os ecossistemas ao seu redor, matou 19 pessoas e desalojou inúmeras outras.

Todas as mulheres tiveram seus modos de vida e as suas relações com seus territórios e com a paisagem em que habitavam transformados pela tragédia. Todas tiveram que aprender a ser atingidas por este crime. Até a data de finalização deste filme, a Samarco e os responsáveis ainda continuam impunes.

Direção, Roteiro e Produção Executiva: Saskia Sá / Direção de Produção: Alana Ribeiro / Empresa Produtora: Horizonte Líquido /Direção de Fotografia: Iza Rosenberg / Som Direto, Edição de Som, Mixagem e Trilha Sonora: Greco Nogueira / Montagem: Rafael Balducci.


 

Secret Lie – Black Butterflies(Videoclipe, 5’09”, 2016, Livre)

Performance da banda Secret Lie.

Direção, Montagem e Edição de Som: Marcelo N. Reis / Roteiro: Nuno Miguel Silva / Direção de Produção: Bronze Entretenimento / Produção Executiva: Nuno Miguel Silva / Empresa Produtora: Bronze Entretenimento / Direção de Fotografia: Marcelo N. Reis e Nuno Miguel Silva.

Carreira: Fest Clip.


 

Sobre a Gente(Animação, 7’47”, 2017, Livre)

O filme conta as histórias dos participantes da animação.

Direção e Roteiro: Alunos do Projeto Animação/ Núcleo Animazul / Direção de Produção e Produção Executiva: Beatriz Lindenberg / Empresa Produtora: Instituto Marlin Azul / Montagem, Orientação de Roteiro e Animação: Analúcia Godoi / Trilha Sonora: os alunos e Pedro de Alcântara / Assistentes: Ariane Piñeiro, Irson Barbosa e Marineia Anatório / Tratamento de Imagens: Analúcia Godoi e Núcleo Animazul .

Carreira: Rói-Rói – Mostra de Cinema Infantil (2018) / 6º Olhar de Cinema – Festival Internacional de Curitiba (2018) / 26ª Edição do Festival de Animação do Brasil Anima Mundi (2018) / Cineminha na Biblioteca(2018) / 17ª Mostra de Cinema Infantil de Florianópolis (2018).


 

Solveris – CherryBlossom(Videoclipe, 4’19”, 2017, Livre)

Videoclipe realizado para a musica “cherry Blossom” do grupo capixaba SOLVERIS presente no álbum Coligações Expressivas 4.

Direção, Roteiro e Montagem: Junior Batista / Direção de Produção e Elenco: Solveris / Direção de Fotografia: William Rubim / Edição de Som: Dj Caique / Assistência de Fotografia: Lucas Dornellas / Produção: Karol Mendes, Vinicius, Laila Salles, Victor Lima / Maquiagem: Erika Almeida / Figurino: Patrik Braga / Color Grading: William Rubim.


 

Sonhos (Lado B) (Videoclipe, 4’39”, 2017, Livre)

No centro de Vitória, o moleque do morro que logo cedo já não tem a mãe em casa pro café sai para mais um dia correr atrás do prejuízo, ganhar um trocado e satisfazer seus anseios. Trabalha na feira, dá duro, e ao final desse dia, com o pouco que ganhou, tem a sua recompensa tão desejada: Ir ao encontro da cultura!

Direção e Direção de Arte: Gabriel César / Roteiro: João Paulo Soares Wanzeller, Cesar Resende Lemos / Direção de Produção e Direção de Fotografia: Luis Neves / Empresa Produtora: Projeto Sete Lab / Som Direto: Felipe Almeida / Elenco: Gabriel Roque Costa, João Paulo Soares Wanzeller, Cesar Resende Lemos e Nego Dan / Montagem: Cesar Gabiru /Edição de Som: Marcelo Shimu STUDIO 3 e Cesar Gabiru / Mixagem e Trilha Sonora: STUDIO 3.


 

Teresa (Videoclipe, 2’35”, 2017,12 anos)

O clipe mostra a banda Whatever Happened To Baby Jane num ensaio antes subir ao palco. Paralelamente narra a tarde de algumas garotas, onde todas são Teresas e juntas assistirão ao show da banda logo mais a noite. Dentre elas a protagonista destaca-se em seus altos e baixos de emoções. Teresa é uma mulher forte e independente que resolve suas lutas diárias. Geralmente acerta mas permite-se errar também e no final quer celebrar os seus sentimentos. Teresa pode ser um alter ego de todos. A parte que não se quer mostrar, mas existe internamente em cada um e que de vez em quando aparece diante dos espectadores.

Direção, Roteiro, Direção de Produção, Produção Executiva e Direção de Arte: Erika Mariano / Direção de Fotografia, Montagem e Edição de Som: Gabriel Castro / Elenco: Banda Whatever Happened To Baby Jane, Priscila Vescovi, Moyara Kossmann, Ana Carolina Lima Pereira, Katharina Santos Igreja, Luiza Cossetti, Ana Luiza Gonçalves, Rachel Póvoa Canuto, Silvia Labuto, Laysa Santiago, Jéssica Oliveira / Música: Teresa (Whatever Happened to Baby Jane) / Assistência de Fotografia e Assistência de Produção: David Ferreira e Julio Mariano.

Videoclipe produzido para a disciplina de Vídeo do curso Superior de Fotografia da Universidade Vila Velha – UVV.


 

Terra Vermelha (ou “o perigo da história única”) (Documentário, 6’, 2018, Livre)

Terra Vermelha (ou “o perigo da história única”) trata do poder que o discurso hegemônico tem em produzir narrativas estereotipadas sobre um determinado lugar. Questionamos esse processo a partir do olhar sensível e poético daqueles que revelam o verdadeiro “perigo da história única”. O lugar das múltiplas narrativas é, portanto, o lugar do empoderamento. Por isso: “Histórias importam. Muitas histórias importam”.

Direção, Roteiro, Direção de Fotografia, Montagem e Edição de Som: Antonio Carlos Queiroz Filho.



 


Tríptico (Videoarte, 4’34”, 2017, Livre)

Uma porta que se fecha ao som de um cometa; uma patrulha de exército; uma moeda de real gira como se tivesse perdido o controle, como um cometa desgovernado. Segundo Pasolini, o vídeo ilustra sua percepção do mundo atual, um mundo que se fecha física e intelectualmente, dominado pelo medo e o prospecto de colapso econômico.

Direção, Roteiro, Direção de Produção, Direção de Fotografia, Montagem e Edição de Som: Lobo Pasolini.



 


Vinillis Frutiferis ((Ficção, 15’, 2015, Livre)

Um jornalista vai ao interior do Espírito Santo para conhecer a “Vinillis frutiferis”: uma árvore cujos frutos são discos de vinil e que precisa que os beija-flores, com seus bicos, toquem a música. Num jogo entre realidade e ficção, descobrimos as histórias e as relações dos moradores que preservam essa espécie até hoje.

Direção e Roteiro: Victorhugo Passabon Amorim / Direção de Produção e Empresa Produtora: Instituto Marlin Azul
Produção Executiva: Beatriz Lindenberg / Direção de Fotografia: Juarez Pavelak / Som Direto: Greco Nogueira / Direção de Arte: Sara Passabon Amorim / Elenco: Youssef Nicolas Nasr, Toufic Youssef Nasr, José Dell’Armi, Hélia Zechini Dell’Armi, Rosalina Dell`Armi, Maria Dell’Armi, Eliana Dell’Armi Marotto, Eduardo Dell’Armi Marotto, Maria da Penha Costa da Silva, Dienifer Liverani da Silva, Regiane da Cunha Liverani, Rafaela Costa da Silva, Alcilei Dias Monteverde, Pedro Henrique Fassarella, Carlos Roberto Barbosa Baiense, Paloma Uliana Mendes, Pâmela Cristina Evangelista e Victorhugo Passabon Amorim / Montagem: Francisco Neto (Expurgação) / Edição de Som e Mixagem: Felipe Mattar (Expurgação) / Trilha Sonora: Alessandra Biato, João de Paula, Clerison Paula Silva e Francisco Neto / Produção:Hugo José Costa Amorim e Rosa Amélia Rossetto / Produção de Set: Gabriela Nogueira / Still e Fotografias Finais do Curta: Ratão Diniz / Ilustrações: Benício Ramos / Coordenação de Finalização: Lorena Louzada (Expurgação).

Carreira: Festival Mimo 2016 / 5º Festival TV e Cinema de Muqui.